12 de agosto de 2014

Sesi e EngenhArq promovem aula inaugural de turma da EJA

O Serviço Social da Indústria (Sesi), em parceria com a construtora EngenhArq, realizou, na última quinta-feira (31), a aula inaugural de uma turma do programa de Educação de Jovens e Adultos (EJA), no município de São Miguel dos Campos. Graças à iniciativa, serventes, ajudantes, encanadores e pedreiros que constroem o Residencial Eucalipto dão o primeiro passo para escrever uma nova história.

A EJA desempenha um importante papel para mudar a realidade de colaboradores do setor da construção civil onde 20, em cada 100 trabalhadores, não sabem ler e nem escrever. “Eu era cego, não tinha como enxergar fazer uma leitura escrita são dependentes de tudo. Dependentes nada. Porque o cara, quando não tem estudo, pode dizer que é cego”, disse o carpinteiro José Adenildo, feliz por conseguir assinar o próprio nome.

Já o servente de pedreiro Ailton dos Santos consegue escrever o nome, no entanto, quer ir além. “Aprender qualquer coisa a mais é sempre melhor”, ressaltou. Ao final do expediente, a turma se reúne no refeitório do canteiro da obra, que se transforma em sala de aula. Para muitos, saber ler e escrever significa conquistar a independência.

“Aqueles que não conseguem de pegar um ônibus, dependentes de, em uma obra, não conseguirem ler determinadas faixas e cartazes… Em casa, não conseguem ler uma bula de remédio. Então, através da educação a gente dá a eles a sua independência”, destacou Nezilda Pauferro, coordenadora da EJA no Sesi.

Não é apenas o trabalhador que sai ganhando com o programa do Sesi. “A empresa é quem mais lucra com o trabalhador alfabetizado. Não só pelo fato dele poder assinar alguma coisa, mas até para ler as placas na obra e as orientações dos produtos. A alfabetização é o caminho. É o primeiro passo para desenvolver estes conhecimentos que nós tanto precisamos na construção civil”, explicou José Hugo Ferro, diretor da EngenhArq.

Prestigiaram a aula inaugural no canteiro de obras as supervisoras da EJA/Sesi Djenane d’Oliveira Holanda e Maysa Correia, o engenheiro de segurança Cícero Ferreira Júnior e o engenheiro civil Jarbas Nogueira.

As empresas interessadas em fazer parceria com o Sesi Alagoas para implantar a EJA devem entrar em contato com a coordenação do programa, por meio do telefone (82) 3221-2281 e (82) 9946-1141.

Fonte: Sistema FIEA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *